FE 2014

Basa desburocratiza crédito para informais

Basa disponibilizando programas de microcrédito para Empreendedores informais.

Empreendedores informais podem ser beneficiados com um dos programas de microcrédito do Banco da Amazônia para compra de matéria prima, máquinas, equipamentos e pequenas reformas. O programa é o destaque do estande do banco na Feira do Empreendedor: oportunidades de negócios, atendimentos e conhecimentos. Uma realização do Sebrae no Amazonas, o evento acontece até o dia 27 (domingo), no  Clube do Trabalhador (Sesi), zona Leste de Manaus.

O programa é destinado a pessoas que desenvolvem algum tipo de atividade produtiva, como camelôs, costureiras, padeiros, artesãos, proprietários de armarinhos, lanchonetes, salões de beleza e lojas de confecção. 

A única garantia necessária é o Aval Solidário, tipo específico de crédito em grupo, que consiste na reunião voluntária de três a oito empreendedores com o objetivo de atuar em cooperação e servir de avalistas entre si. O empreendedor também precisa residir ou trabalhar em bairro, ter a atividade econômica há pelo menos 12 meses, idade mínima de 18 anos e apresentar cópia do CPF, RG e comprovante de residência. 

O empréstimo inicial pode variar de R$ 300 a R$ 1 mil. Nas operações posteriores, os incrementos são progressivos, os quais podem chegar ao montante de R$ 15 mil. O prazo para pagamento desse tipo de financiamento é de acordo com a necessidade, podendo se estender por até 12 meses. A taxa de juros é de 0,41% ao mês. Caso os critérios de exigência sejam cumpridos, o recurso poderá se disponibilizado em no máximo 10 dias. 


Sobre a Feira -
 Nesta edição, a feira possui como tema “Rios de oportunidades, frutos de negócios”. Participam 56 expositores dos segmentos e estão ofertadas de 6 mil vagas em cursos e treinamentos gratuitos. A expectativa de público é de 20 mil pessoas. O evento encerra neste domingo (27), sendo aberto ao público. 

Patrocinam a Feira do Empreendedor, o Governo Federal, Governo do Estado do Amazonas, Prefeitura de Manaus, Petrobras, Banco do Brasil, Correios, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazônia, Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplan) e Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). O Facebook e a NET são parcerias econômicas da Feira.